Frete grátis para todo o Brasil e 30 dias para reembolso

Carregando...

Seu pedido

Esqueci minha senha

Preencha seu e-mail de cadastro, você receberá as instruções para criar uma nova senha.

Outras opções
Já tenho cadastro Criar uma nova conta

Criar uma nova conta

Acesse seus pedidos e gerencie seus dados.

Já tem uma conta
Acessar minha conta
Secura vaginal: tudo o que você precisa saber

Secura vaginal: tudo o que você precisa saber

O universo feminino é verdadeiramente complexo, feito de mudanças e transformações, que renovam não só o corpo, mas também as energias da mulher. Uma dessas mudanças é a secura vaginal.

Assim sendo, para ajudar você a entender mais sobre a secura vaginal, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessada em saber mais? Então não deixe de acompanhar agora mesmo!

O que é secura vaginal?

De fato, é uma condição de alteração dos níveis de hidratação das paredes vaginais, que leva ao ressecamento do órgão.

Em suma, pode ocorrer em qualquer idade por causas completamente diferentes. Geralmente é um distúrbio associado a alterações hormonais e muitas vezes ocorre em conjunto com a menopausa, no período do climatério.

A falta de lubrificação fisiológica é acompanhada de coceira, queimação, dor e possível sangramento durante a relação sexual.

Menopausa

O termo menopausa se refere ao momento em que a mulher para de ovular e, portanto, para de menstruar, impossibilitando a gravidez.

A idade média em que as mulheres entram na menopausa é de 51 anos, mas algumas podem entrar em uma idade menor ou maior.

A menopausa começa quando os níveis de estrogênio caem naturalmente. O estrogênio geralmente regula a menstruação, razão pela qual ele desaparece quando você atinge a menopausa.

Com menos estrogênio no corpo, as paredes vaginais ficam mais finas e o colo do útero produz menos lubrificante. Portanto, é bastante natural que seu corpo mude e você sinta secura vaginal.

Quais as causas?

Conforme mencionado, os episódios de secura vaginal podem ocorrer a qualquer momento na vida adulta da mulher e estão relacionados a várias causas, que envolvem uma modificação hormonal.

Geralmente é atribuível à falta de estrogênio, que serve localmente para manter a acidez do pH, a elasticidade do tecido e estimular as secreções.

Quando há uma diminuição significativa do estrogênio, a bexiga e a uretra também sofrem algumas deficiências relacionadas à eliminação da urina, que podem causar outros distúrbios como cistite e incontinência.

Entre as causas da secura vaginal:

  • Climatério: período próximo à menopausa, em que a proporção de hormônios diminui, a atividade ovariana diminui progressivamente, ocorrem vários sintomas como secura vaginal, oscilações de humor, insônia.
  • Amamentação: neste período particular durante o qual toda a feminilidade da mulher se transmite e se concentra no seu ser mãe, os níveis de estrogênio são muito baixos e a secura vaginal é típica deste momento junto com uma forma de rejeição da esfera sexual.
  • Tabagismo: o consumo de nicotina pode afetar as secreções hormonais e reduzir os níveis de estrogênio.
  • Terapias medicamentosas: alguns produtos contra o câncer de mama que atuam como antiestrogênicos podem causar secura vaginal. Medicamentos para depressão e síndromes alérgicas também podem causar alterações hormonais que afetam a vida íntima.
  • Síndrome de Sjogren: é uma doença autoimune que envolve várias partes do corpo e sua hidratação. Causa secura das membranas mucosas da boca, olhos, vias respiratórias e paredes vaginais.
  • Estresse: períodos particularmente difíceis, que pressionam o sistema nervoso e as respostas do organismo podem criar muitos bloqueios, como desaceleração do ciclo, dismenorreia, amenorreia, rejeição da esfera sexual, vaginismo e consequentemente secura vaginal.
secura vaginal 1

Remédios naturais

O ginecologista pode recomendar diferentes remédios com base na natureza da causa da diminuição do estrogênio. A terapia de reposição hormonal é frequentemente usada para mulheres na pré-menopausa, se suas condições de saúde permitirem.

Contudo, existem também remédios naturais que podem ajudar a melhorar a condição hormonal e agir como estrogênio.

Soja

isoflavonas são úteis durante o período da menopausa para aliviar problemas relacionados a ondas de calor e secura vaginal. Elas se comportam como o estrogênio: são fitoestrogênios e compensam o declínio hormonal fisiológico.

Trevo vermelho

De fato, rico em flavonoides, destacando-se quatro diferentes isoflavonas atuam como fitoestrogênios. O trevo vermelho é um suplemento que auxilia a mulher em vários momentos da vida, não só durante o climatério.

Assim sendo, devido à sua capacidade de se ligar aos receptores de estrogênio e agir como antagonistas, são úteis em caso de irregularidades do ciclo, alterações de humor e secura vaginal.

Quando ver seu médico?

Se a secura vaginal estiver interferindo em seu estilo de vida, relacionamentos ou vida sexual, converse com seu médico sobre seus sintomas para que você tenha o tratamento certo. De fato, a secura vaginal não deve atrapalhar sua vida em nenhuma idade.

Como os problemas causados ​​pela secura vaginal podem ser aliviados?

Em suma, os tratamentos para a secura vaginal dependem da sua situação, portanto, é bom conversar com seu médico para discutir suas opções quando essa condição estiver interferindo em seu estilo de vida, relacionamentos ou vida sexual.

Se preferir, você pode comprar produtos especialmente formulados para aliviar o desconforto causado pela secura vaginal. Assim sendo, você pode se sentir confortável novamente no dia a dia. Seu uso regular pode ajudar a hidratar e lubrificar a vagina, mesmo durante a relação sexual.

secura vaginal 2

Como prevenir?

De fato, se você costuma sofrer de secura vaginal, existem alguns cuidados que pode tomar. Siga as dicas abaixo para se sentir confortável no dia a dia e também nas relações sexuais.

Dicas importantes para evitar a secura vaginal:

  • Evite usar desodorantes e produtos perfumados dentro ou em torno de suas partes íntimas
  • Durante a relação sexual, estenda as preliminares para que seu corpo tenha mais tempo para produzir seu lubrificante natural
  • Use um lubrificante durante as relações sexuais
  • Pergunte ao seu médico sobre tratamentos com estrogênio
  • Pergunte ao seu médico sobre terapia de reposição hormonal

Gostou de saber mais sobre a secura vaginal? Então não deixe de se inscrever na comunidade Evi para ficar por dentro dos novos conteúdos do blog!

Bem estar e autocuidado na sua caixa de entrada.

O post Secura vaginal: tudo o que você precisa saber apareceu primeiro em Evi.

Você também pode gostar

Recomendado para você