Frete grátis para todo o Brasil e 30 dias para reembolso

Carregando...

Seu pedido

Esqueci minha senha

Preencha seu e-mail de cadastro, você receberá as instruções para criar uma nova senha.

Outras opções
Já tenho cadastro Criar uma nova conta

Criar uma nova conta

Acesse seus pedidos e gerencie seus dados.

Já tem uma conta
Acessar minha conta
Pilates em casa: como fazer e por que é bom para você

Pilates em casa: como fazer e por que é bom para você

Muito querido, o pilates é uma das melhores disciplinas para manter a forma e aumentar a flexibilidade e mobilidade muscular. Neste artigo, eu vou lhe explicar por que você deve praticar pilates em casa e quais são os benefícios que ele traz para o seu corpo e mente.

O que é pilates?

Desenvolvido por Joseph Pilates no início do século XX, o método pilates é um sistema de treinamento que não requer esforços físicos particulares para sua prática e que se inspira na yoga. Ele é usado para vários fins, desde simplesmente manter a forma física até fins reeducativos.

De fato, o pilates está focado no controle da musculatura postural, por meio de exercícios específicos que exigem – ao mesmo tempo – o trabalho do corpo e da mente.

Os principais músculos do tronco envolvidos fornecem suporte para a coluna e seu treinamento constante é importante para manter o equilíbrio do corpo.

O pilates é frequentemente usado para prevenir ou aliviar dores nas costas, por meio de exercícios que fortalecem a parte inferior das costas, abdominais, nádegas e adutores.

Assim, corpo e mente trabalham em união para trazer benefícios que ampliem a sensação de bem-estar, como desejava seu criador.

Na verdade, no início, Joseph Pilates tinha o objetivo de fundir mente e corpo fazendo-os funcionar como uma entidade única para aumentar a autoconsciência.

Devido à sua filosofia e aos seus benefícios, o pilates se espalhou rapidamente pelo mundo e é praticado principalmente no Canadá, Estados Unidos, Brasil, Reino Unido e partes da Europa.

pilates em casa 1

Como praticar pilates em casa?

Você gostaria de experimentar pilates, mas não sabe por onde começar? Aqui estão algumas regras para iniciantes que você deve saber!

De fato, o pilates é caracterizado por seis elementos básicos que são o suporte da disciplina.

Em primeiro lugar, encontramos a concentração, característica para a qual todo exercício deve ser realizado com a máxima concentração mental possível.

Em segundo lugar, encontramos o controle que é representado pelo fato de que todos os movimentos devem ser realizados de forma lenta e controlada, evitando-se movimentos bruscos e imprudentes.

O terceiro elemento do pilates é o centro de gravidade, que lembra fortemente os conceitos de equilíbrio e controle, classificando a mente e o corpo como um centro de força. Em seguida, segue a fluidez que engloba os conceitos de centro de gravidade, controle e concentração.

Por fim, encontramos a precisão que leva o aluno a realizar movimentos o mais próximos possível da perfeição e da respiração, que devem ser cuidadosamente controlados durante cada movimento. No Pilates, você inspira quando começa a se exercitar e expira no momento de maior esforço.

Melhores exercícios para praticar pilates em casa

Hundred

Em resumo, o primeiro exercício básico para fortalecer os abdominais é o undred. Para fazer isso, deite-se sobre um tapete de yoga de bruços, com as pernas dobradas, a parte inferior das costas perfeitamente apoiada no chão e as palmas das mãos voltadas para baixo. Comece levantando lentamente as pernas até que estejam totalmente estendidas.

Ao mesmo tempo, coloque os braços paralelos ao corpo e levante a cabeça e os ombros, mantendo-os relaxados. Neste ponto, mantendo as palmas das mãos voltadas para baixo, dê 20 pequenos empurrões secos em direção ao solo com os braços, sem tocar o solo.

Em suma, mantenha o abdômen contraído durante todo o exercício. Esses movimentos permitem uma melhora nas habilidades de coordenação motora, bem como uma melhora na flexibilidade.

Alongamento da coluna

Outro exercício útil para fortalecer a coluna é o alongamento da coluna. Para fazer isso corretamente, comece em um tapete de yoga, com as pernas espaçadas por uma abertura correspondente à largura dos ombros. Enquanto os braços devem ser estendidos e paralelos às pernas.

A partir daqui, é aconselhável expirar e flexionar, trazendo o tronco para a frente e contraindo o abdômen.

A cabeça é abaixada entre as pernas, enquanto os braços são trazidos para frente, sempre esticados e paralelos ao chão, até atingir a máxima flexão possível. Fique nesta posição por alguns momentos, depois inspire e volte lentamente à posição inicial.

O movimento não precisa ser doloroso, então faça o exercício o máximo que puder. O alongamento da coluna alonga os músculos do pescoço, tronco e parte posterior das pernas.

Roll over

Em suma, outro exercício de pilates que recomendo que você experimente é o roll over. Aqui, também, a posição inicial é em um tapete de yoga, com as costas rentes ao chão, as pernas estendidas, os braços apoiados nas laterais e as palmas voltadas para o chão.

A partir daqui, inspire e com um empurrão leve e controlado traga as pernas para trás certificando-se de que estão paralelas e esticadas o máximo possível, até tocarem o chão. De fato, a partir daqui, expire e volte à posição inicial lentamente, tocando as vértebras com o tapete, uma de cada vez.

Este exercício melhora a flexibilidade da coluna e também tem um efeito positivo na tonificação do abdômen e das pernas.

Benefícios do pilates

O pilates permite que você desfrute de benefícios físicos e mentais. Na verdade, se praticado de forma consistente e correta:

  • Permite tonificar muito bem os músculos do trato abdominal;
  • Protege e fortalece a coluna vertebral, graças a exercícios que envolvem os principais músculos próximos à coluna;
  • Melhora significativamente a postura e por este motivo é frequentemente recomendado para fins de reabilitação como alternativa à ginástica postural;
  • Consequentemente, é uma metodologia válida para o tratamento e prevenção de dores nas costas;
  • Permite queimar muitas calorias: por isso, o emagrecimento com pilates é uma alternativa válida;
  • É excelente para melhorar a flexibilidade muscular;
  • Permite melhorar a mobilidade dos quadris e ombros;
  • Melhora o desempenho esportivo também em outras atividades esportivas diferentes;
  • Ajuda a melhorar a consciência e a autoconfiança, a capacidade de concentração e o humor;
  • Reduz o estresse, graças à sensação de bem-estar e relaxamento que sente no final da sessão.

Contraindicações

O pilates em casa ou em um centro especializado não tem contraindicações específicas e pode ser realizado por qualquer pessoa com boa saúde. Porém, os exercícios precisam ser feitos corretamente para evitar solavancos e outros tipos de lesões.

Gostou de saber mais sobre o pilates em casa? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

O post Pilates em casa: como fazer e por que é bom para você apareceu primeiro em Evi.

Você também pode gostar

Recomendado para você