Frete grátis para todo o Brasil e 30 dias para reembolso

Carregando...

Seu pedido

Esqueci minha senha

Preencha seu e-mail de cadastro, você receberá as instruções para criar uma nova senha.

Outras opções
Já tenho cadastro Criar uma nova conta

Criar uma nova conta

Acesse seus pedidos e gerencie seus dados.

Já tem uma conta
Acessar minha conta
Insônia na menopausa? Veja 7 dicas para te ajudar!

Insônia na menopausa? Veja 7 dicas para te ajudar!

A dificuldade em adormecer e continuar dormindo são as duas principais preocupações que as mulheres na casa dos 40 anos sofrem. De fato, a insônia na menopausa é muito comum.

Você pode começar a ter dificuldade em adormecer durante o período da perimenopausa. Contudo, a dificuldade em dormir é uma queixa típica durante e após a menopausa.

De fato, ninguém precisa dizer por que uma boa noite de sono é tão importante para a sua saúde e bem-estar. Você sabe que, sem um sono reparador, seus níveis de energia e humor serão afetados. Você poderá ficar mais facilmente irritada e distraída.

Dessa forma, a má qualidade do sono durante longos períodos de tempo pode afetar as qualidades dos seus relacionamentos todas as áreas da sua vida.

Assim sendo, para ajudar você a entender mais sobre a insônia na menopausa, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessada em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Por que não consigo dormir bem?

Três fatores principais contribuem para os problemas de sono na meia-idade: idade, alterações hormonais e estresse.

Idade 

De fato, não temos controle sobre nossa idade e, infelizmente, quando chegamos aos 40 ou 50 anos, é possível começar a ter alguma dificuldade para dormir. De fato, as dificuldades podem aparecer mesmo se você pegava no sono com facilidade.

Mudanças hormonais

Níveis variáveis ​​de hormônios, especialmente estrogênio e progesterona, podem interromper os padrões de sono.

Além disso, um terceiro hormônio importante para um sono reparador pode começar a diminuir com a idade. Esse hormônio, chamado melatonina ou hormônio do sono, é produzido pelo corpo.

De fato, esses três hormônios são essenciais para uma boa noite de sono, mas têm funções muito diferentes no corpo da mulher.

Por exemplo, a progesterona funciona para acalmar nosso humor e nos dar vontade de dormir. O estrogênio regula a temperatura corporal.

Quando os níveis de estrogênio caem, por volta dos 40 anos, começamos a ter ondas de calor e suores noturnos que frequentemente nos acordam à noite.

Em síntese, os níveis de estrogênio estão em seus níveis mais baixos por volta das duas da manhã, razão pela qual frequentemente acordamos por volta dessa hora. A melatonina produzida pelo corpo nos deixa com sono ao cair da noite.

Estresse

O estresse também contribui para problemas de sono. O estresse prolongado pode até ter um forte impacto sobre as glândulas suprarrenais, reduzindo sua capacidade de compensar o estresse.

No entanto, se suas glândulas suprarrenais estiverem funcionando bem, elas assumirão o controle de seus ovários após a menopausa e continuarão a produzir menos estrogênio do que seu corpo pode usar.

Atividades para reduzir o estresse, como ioga, meditação, tai chi ou caminhadas curtas, podem dar às glândulas suprarrenais a estimulação de que precisam para continuar a funcionar bem antes, durante e depois da menopausa.

insonia na menopausa 1

Como amenizar a insônia na menopausa?

Por quanto tempo minhas noites de sono serão prejudicadas?

Algumas mulheres terão dificuldade para dormir durante a menopausa, mas quando seus hormônios estiverem estáveis, elas retornarão aos seus padrões normais de sono.

Para outras, a insônia pode durar muito mais tempo. Cada mulher é diferente.

Abaixo, vamos ver algumas dicas que podem ajudar a reduzir a insônia na menopausa:

1. Evite a luz azul

De fato, os dispositivos móveis como a TV, seu smartphone ou tablet produzem luz azul. Essa luz é reconhecida pelo cérebro como luz do dia, o que impede a produção do hormônio do sono, a melatonina. Assim, você fica acordada por mais tempo e no dia seguinte estará cansada.

2. Pare de se preocupar

O estresse, como já citei, é prejudicial ao sono. Para diminuir a insônia, devemos a examinar de perto o que está causando preocupação.

Por isso, descarregue sua bateria e relaxe. Dar uma curta caminhada antes de dormir ou ler um livro para esvaziar a cabeça são duas ótimas opções.

3. Tome um suplemento de vitamina B3 ou magnésio

Você sempre acorda no meio da noite? Uma dose baixa de vitamina B3 acalma os nervos. O magnésio, também conhecido como mineral anti-estresse, também faz maravilhas.

Como a vitamina B3, ajuda a relaxar os nervos, músculos e vasos sanguíneos. O magnésio é encontrado principalmente em vegetais de folhas verdes escuras como espinafre, mas também em nozes, sementes, cacau cru, abacate, banana, quinoa, trigo sarraceno, etc.

4. Evite flutuações de açúcar no sangue

De fato, o nível de açúcar no sangue muito baixo a acordará à noite. Funciona como um sinal de alarme. Seu corpo pensa: “Estou com fome! É hora de acordar.

Isso não significa que você tenha que comer uma refeição pesada antes de dormir. Pelo contrário, opte por uma refeição leve, mas rica em fibras. Por exemplo, escolha cereais e muitos vegetais para o jantar.

5. Alimentos ricos em triptofano

Alimentos ricos em triptofano, como bananas ou amêndoas, também ajudam a adormecer com mais facilidade. Por isso, é um ótimo lanche.

insonia na menopausa 2

6. Certifique-se de obter luz do dia suficiente

A luz do sol faz com que nosso relógio biológico esteja funcionando corretamente. Em particular, garante que o nosso corpo produz serotonina suficiente.

Esse hormônio, por sua vez, garante que o corpo produza melatonina suficiente à noite. Portanto, quanto mais luz do dia você vê durante o dia, mais hormônios do sono você produz e melhor dormirá.

7. Um suplemento de melatonina

Em suma, nossos corpos precisam de melatonina para dormir. Um suplemento pode ser usado para tratar distúrbios do sono e insônia.

Na maioria dos casos, os suplementos de melatonina em baixas doses são inofensivos. Contudo, se você quiser tomar um suplemento, converse primeiro com seu médico e descubra o poder calmante deste hormônio.

Gostou de saber mais sobre a insônia na menopausa? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

O post Insônia na menopausa? Veja 7 dicas para te ajudar! apareceu primeiro em Evi.

Você também pode gostar

Recomendado para você

LANÇAMENTO

Sérum Iluminador Facial

R$ 121,40