Frete grátis para todo o Brasil e 30 dias para reembolso

Carregando...

Seu pedido

Esqueci minha senha

Preencha seu e-mail de cadastro, você receberá as instruções para criar uma nova senha.

Outras opções
Já tenho cadastro Criar uma nova conta

Criar uma nova conta

Acesse seus pedidos e gerencie seus dados.

Já tem uma conta
Acessar minha conta
Inchaço na menopausa: por que acontece e como lidar

Inchaço na menopausa: por que acontece e como lidar

Muitas mulheres relatam o inchaço como uma das consequências da menopausa. Como existem formas de amenizá-lo por meio de algus hábitos simples, escrevi este artigo para te ajudar a lidar com o inchaço na menopausa.

Antes de tudo, precisamos entender por quê ele aparece para, então, entendermos como podemos atenuá-lo. Ou seja, compreender ao que está associado seu surgimento durante o período em que o ciclo menstrual é interrompido.

Dessa forma, as informações contribuem não apenas para conhecermos as causas do inchaço na menopausa, mas também para lidarmos com ele da melhor forma possível.

Por que o inchaço na menopausa acontece?

Para várias mulheres, o inchaço já incomoda desde muito antes da menopausa. Em anos anteriores, durante o período pré-menstrual, elas já sofrem com a sensação de inchaço. Na maioria dos casos, essas mulheres serão as que passarão por isso durante a menopausa.

Normalmente, a causa do inchaço na menopausa está associado a dois fatores principais. O primeiro é o hormonal. Estudos indicam que durante esse período da vida o corpo da mulher, por produzir menos o hormônio estrogênio, muda o modo de digerir a gordura dos alimentos.

Outro fator é a alimentação. Para que os demais sintomas da menopausa não afetem tanto a mulher, os médicos indicam mudanças em seus hábitos alimentares. Alguns desses alimentos sugeridos contribuem para a formação de gases, ocasionando uma incômoda sensação de inchaço abdominal. Alguns deles são os oriundos da soja, cereais integrais, laticínios e hortaliças. Estes alimentos são benéficos em relação a alguns sintomas da menopausa, mas, por outro lado, contribuem para o inchaço, uma vez que são ricos em fibras.

Quais as causas e consequências?

É importante compreendermos que existem diversos fatores que contribuem com o inchaço. Desse modo, é necessária a devida investigação médica para averiguar a causa principal.

É provável que você, caso esteja entrando na menopausa, acredite que todos os sintomas apresentados pelo seu corpo são em decorrência dela. No entanto, nosso corpo é bastante complexo e as conclusões não são tão diretas assim.

Seja como for, as consequências podem ser extremamente incômodas às mulheres: mal-estar, desconforto e dores em algumas regiões do corpo. Além disso, ele pode desencadear a flatulência e o prejuízo à flora intestinal.

Ainda, o inchaço pode afetar autoestima das mulheres, já que pode salientar algumas partes do corpo. O importante é termos consciência de que é um período natural e nos prepararmos para lidar com ele da melhor forma possível. É para isso que estamos aqui!

Hábitos, estilo de vida e o inchaço na menopausa

Os hábitos e o estilo de vida que temos durante a fase adulta podem afetar como passaremos e sentiremos os efeitos da menopausa.

Isso não significa que o inchaço na menopausa é inteiramente consequência de hábitos anteriores. Ele é um dos efeitos de um processo natural do corpo feminino, que sinaliza o fim da fertilidade.

Isso nos permite entender a importância de hábitos saudáveis. A prática de atividades físicas e uma alimentação adequada, balanceada e com a presença massiva de alimentos naturais contribuem para minimizar os efeitos sentidos, como tontura e dor de cabeça.

Por isso, quero enfatizar a importância de hábitos saudáveis durante toda a vida, este é só mais um motivo. Apesar do corpo apresentar necessidades diferentes em cada momento da vida, nossas escolhas contribuem com um corpo mais saudável e preparado para lidar com esses aspectos.

Abaixo, quando abordarmos os tratamentos que estão à disposição para te ajudar, caso tenha inchaço na menopausa, você notará que algumas não têm indicação de idade. Confira!

Cuidados para o inchaço na menopausa

Reposição hormonal

Um dos tratamentos mais usados para o inchaço na menopausa, bem como para os seus demais sintomas, é a reposição hormonal. Com orientação médica, essa modalidade de tratamento procura reequilibrar os hormônios que o corpo já produzia naturalmente.

A terapia hormonal pode ajudar a previnir alguns sintomas aos quais o corpo fica mais sujeito durante o climatério. É um tratamento de amplo impacto.

No entanto, alguns cuidados devem ser tomados. Se por um lado, há a eliminação de sintomas, por outro, pode haver alguns efeitos colaterais. O acompanhamento médico é essencial para evitar impactos indesejados.

Por exemplo, é preciso verificar qual o tipo de aplicação será utilizado. Existem diferentes métodos utilizados pelos médicos: via oral, epidérmica e intra-vaginal. Cada metodologia traz seus próprios efeitos ao corpo. Portanto, o médico deve avaliar cada caso específico.

Outro ponto importante a ser tratado diz respeito ao tempo de duração do tratamento. Ainda não há determinações quanto ao tema e estudos têm apontado que o profissional deve avaliar casos individualmente. Contudo, existem teorias de que o uso abusivo de terapias hormonais está associado ao maior risco de alguns tipos de câncer, trombose e AVC.

Uso medicinal de alimentos e ingestão de água

Alguns alimentos também podem ser utilizados como estimulantes naturais à produção de hormônio. Por exemplo, os grãos in natura. Com eles, podem ser combatidos não apenas sintomas físicos como também psicossomáticos.

inchaco na menopausa 1

Contudo, é preciso uma dieta balanceada com os nutrientes, vitaminas e minerais benéficos à saúde. Demais alimentos que podem ser utilizados são: o abacaxi, cereais integrais (como a aveia e o trigo integral), verduras e legumes.

Além do tipo de alimento, a quantidade em que são ingeridos também é importante. É aconselhável, que em vez de fazer três refeições grandes, sejam feitas seis menores no decorrer do dia. Desse modo, o estômago e o intestino trabalham com mais tranquilidade no desempenho de suas funções – digestão e absorção dos nutrientes.

Ainda, consuma bastante água, o que contribui para a desintoxicação do corpo e alívio dos efeitos da retenção de líquido. Falando sobre isso, evite alimentos que causem retenção de líquidos ou acúmulo de gases sempre que possível, como sal em excesso, bebidas gaseificadas, frituras e doces.

Consumo de chás

Ainda, entre opções mais naturais, os chás são grandes aliados para o combate do inchaço na menopausa. Eles contribuem para a desintoxicação, para acelerar o metabolismo, contra a flatulência e como diuréticos.

inchaco na menopausa 2

A exemplo, podemos mencionar os chás de hibisco, camomila, erva cidreira e o chá verde. Todos eles têm importante função de combater a retenção de líquido, além de contribuírem com a “expulsão” de elementos danosos ao corpo e controle dos gases.

Os chás podem ser adicionados a uma alimentação já de qualidade e adequada, como acima explicamos.

Atividades físicas

Com certeza, devemos evitar o sedentarismo: ele aumenta a retenção de líquidos, o desconforto dos gases, o acúmulo de gordura e de toxinas responsáveis pela sensação de mal estar.

Digo mais, mesmo que em boas condições de saúde, podemos experimentar melhoras significativas com a prática de atividades físicas. Os benefícios trazidos aumentam consideravelmente a qualidade de vida das mulheres durante a menopausa.

Recomenda-se a prática de atividades aeróbicas – corridas, caminhadas, ciclismo, natação, zumba ou alguma prática esportiva com o vôlei ou o tênis. A musculação ou outros exercícios anaeróbicos algumas vezes por semana também fazem muito bem.

A regularidade dos exercícios aumenta a produção de endorfina, controla as taxas de colesterol, triglicerídeos e diabetes, ajuda no controle do peso e combate o inchaço provocado por má circulação. Nós só temos a ganhar praticando exercícios físicos. Fuja da armadilha do sofá!

O post Inchaço na menopausa: por que acontece e como lidar apareceu primeiro em Evi.

Você também pode gostar

Recomendado para você