Frete grátis para todo o Brasil e 30 dias para reembolso

Carregando...

Seu pedido

Esqueci minha senha

Preencha seu e-mail de cadastro, você receberá as instruções para criar uma nova senha.

Outras opções
Já tenho cadastro Criar uma nova conta

Criar uma nova conta

Acesse seus pedidos e gerencie seus dados.

Já tem uma conta
Acessar minha conta
Cuidados noturnos com a pele: 8 erros a não cometer

Cuidados noturnos com a pele: 8 erros a não cometer

A beleza da pele também parte do nosso descanso. Isso ocorre porque durante a noite a epiderme tem maior probabilidade de absorver os nutrientes de soros e cremes faciais. À noite, a pele regenera-se rapidamente, até oito vezes mais do que durante o dia, com pico máximo entre as 23h e as 4h. Por isso é importante escolher os cuidados noturnos com a pele mais adequados.

Ao longo desse artigo, você entenderá mais sobre a importância dos cuidados noturnos com a pele e quais são os erros a não cometer. Confira!

Por que os cuidados noturnos com a pele são tão importantes?

Todos sabemos muito bem que o cuidado noturno certo é fundamental para manter a pele saudável, radiante e com sinais controlados, como rugas e manchas na pele.

Banhos de nutrientes, ácidos de beleza e probióticos são os ingredientes essenciais que os tratamentos noturnos devem conter para dar à pele um vigor e torná-la radiante.

Uma pesquisa realizada pelo Centro Médico de Cleveland, nos Estados Unidos, analisou o comportamento do sono de 60 mulheres entre 30 e 49 anos. De fato, metade delas dormia pouco e mal, a outra metade tinha um sono tranquilo de oito horas ou mais.

O rosto das mulheres que dormiam mal era marcado por linhas finas, pigmentação irregular, perda de tônus ​​e elasticidade e inflamação em algumas áreas delicadas. Portanto, a falta de sono não só causa olheiras, bolsas e rugas, mas também envelhecimento prematuro em geral.

Em que ordem fazer os cuidados noturnos com a pele?

O cuidado noturno perfeito com a pele envolve o uso de poucos produtos, mas de alto desempenho, para serem usados ​​na ordem certa para maximizar seu potencial.

Nós devemos começar com uma retirada da maquiagem. Essa pode ser com água micelar ou com um óleo de limpeza adequado para remover a maquiagem mais resistente.

Em seguida, passamos à limpeza, que pode ser dupla, dependendo do tipo de pele. É continuado com o esfoliante que deve ser feito 1 ou 2 vezes por semana. É recomendável usar produtos à base de AHA (como o ácido glicólico).

Em seguida, é bom aplicar o tônico facial, que muitas vezes é esquecido. Mas que é um produto realmente fundamental para remover o calcário que se deposita no rosto e estreitar os poros.

Assim, chega o momento mais importante: aplicar os princípios ativos. Estes podem variar de acordo com as nossas necessidades. Desde ácido salicílico contra imperfeições, vitamina C para clarear a pele, ácido hialurônico e retinol para combater o envelhecimento cutâneo.

cuidados noturnos com a pele 1

8 hábitos noturnos que prejudicam sua pele

1. Não limpar e nem retirar a maquiagem

A pele deve estar livre para respirar à noite. A presença da maquiagem dificulta a oxigenação do tecido cutâneo, tornando a pele opaca e obstruindo os poros.

Além dos pós e da base, impurezas e outros irritantes tendem a se acumular na camada superficial da pele. Não removidas adequadamente, essas substâncias favorecem a proliferação de radicais livres e bactérias causadoras de inflamação.

Portanto, é imprescindível, antes de ir para a cama, fazer uma limpeza profunda. Para isso, experimente a água micelar que remove a maquiagem, limpa e acalma sem enxaguar.

2. Usar os produtos errados

Escolha um creme nutritivo e para fornecer à pele todos os elementos necessários para uma regeneração ideal.

Além disso, a sua formulação deve estar isenta de algumas substâncias particulares que são essenciais para proteger a pele durante o dia, mas que se revelam absolutamente supérfluas, ou mesmo nocivas, à noite.

É o caso do fator de proteção solar, cuja ação cria uma barreira protetora que, durante o sono, impede a oxigenação da pele.

3. Negligenciar os fatores que promovem a desidratação

Um quarto com aquecimento excessivo tende a ressecar a pele. Portanto, evite temperaturas excessivamente altas e use um desumidificador para manter o grau certo de umidade e beba bastante água durante o dia.

4. Ingerir açúcar à noite

Ao causar um aumento do açúcar no sangue, doces e alimentos ricos em carboidratos perturbam o repouso, estressando a pele e dificultando a oxigenação adequada.

O sono com frequentes despertares noturnos confere à pele um aspecto cansado, favorecendo o aparecimento de rugas de expressão.

5. Manter o cabelo muito perto do rosto

Em contato com a camada superficial da pele, a poeira e a sebo presentes nos cabelos podem obstruir os poros e sufocar a pele. Favorecendo assim, também a proliferação de bactérias.

Durante o descanso noturno, portanto, é recomendável segurar os cabelos com uma faixa para evitar o aparecimento de imperfeições, dermatites e opacidade.

6. Usar tablet ou telefone celular excessivamente

O smartphone permite que você converse confortavelmente, mesmo que já esteja na cama. Mas o que acontece com sua pele enquanto isso? O contato com bactérias presentes no celular irrita a pele favorecendo o aparecimento de espinhas, cravos e outras imperfeições.

A intensa iluminação das telas faz dos tablets e celulares os piores inimigos do seu sono, pois interfere na produção de melatonina.

Além disso, ao atingir seus olhos de forma agressiva, essa luz artificial geralmente o leva a contrair a área ao redor dos olhos. Facilitando assim, o aparecimento de linhas finas e os “pés de galinha“.

7. Dormir pouco

Sono insuficiente provoca graves desequilíbrios nos ritmos sono-vigília, alterando consequentemente os processos normais de regeneração da pele.

Dormir pelo menos sete ou oito horas por noite é, portanto, extremamente importante. Isso porque melhora o bem-estar geral e ajuda a pele a permanecer saudável.

cuidados noturnos com a pele 2

8. Tomar longos banhos quentes

Um banho quente antes de dormir tem um efeito relaxante que relaxa os nervos e prepara para um bom sono.

Porém, nem sempre tem repercussões igualmente positivas na sua pele. O calor e o calcário da água, de fato, tendem a desidratar a epiderme do rosto e do corpo. Para superar esse inconveniente, limite a duração do banho noturno a cinco minutos.

Gostou de saber mais sobre os cuidados noturnos com a pele? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

O post Cuidados noturnos com a pele: 8 erros a não cometer apareceu primeiro em Evi.

Você também pode gostar

Recomendado para você

LANÇAMENTO

Sérum Iluminador Facial

R$ 134,90