Frete grátis para todo o Brasil e 30 dias para reembolso

Carregando...

Seu pedido

Esqueci minha senha

Preencha seu e-mail de cadastro, você receberá as instruções para criar uma nova senha.

Outras opções
Já tenho cadastro Criar uma nova conta

Criar uma nova conta

Acesse seus pedidos e gerencie seus dados.

Já tem uma conta
Acessar minha conta

Alimentação na menopausa: 5 princípios básicos para seguir

 

A alimentação na menopausa deve ser escolhida com cuidado e adaptada às mudanças do nosso corpo.

Na prática, uma alimentação saudável na menopausa é essencial para sustentar nosso estado de saúde, como em todas as fases de nossa vida.

Mas o que significa comer de forma saudável na menopausa?

Juntas veremos que na menopausa não devemos apenas favorecer uma alimentação saudável, balanceada e variada, mas incluir alguns alimentos ricos em substâncias auxiliares específicas para esta nova fase da nossa vida.

Além disso, nunca devemos esquecer que a dieta da menopausa deve ser sempre acompanhada de atividade física adequada para nós e, em geral, a um estilo de vida saudável.

Menopausa entre metabolismo lento e deficiência de cálcio

A chegada da menopausa e a queda dos hormônios femininos favorecem a desaceleração mais ou menos significativa do metabolismo na maioria das mulheres.

Já na perimenopausa, algumas mulheres apresentam ganho de peso, que costuma continuar na pós-menopausa. A diminuição dos hormônios também favorece o acúmulo de gordura em certas áreas do nosso corpo.

Além disso, a mulher tem um risco maior de desenvolver osteoporose nesse período, devido às alterações no metabolismo do cálcio, desencadeadas por alterações hormonais.

Idealmente, a carência de cálcio deve ser monitorada e integrada já na perimenopausa. As escolhas alimentares tornam-se então essenciais.

Uma alimentação correta, equilibrada, variada e, ao mesmo tempo, rica em nutrientes úteis ao nosso corpo é essencial para apoiar o nosso estado de saúde nessa fase.

alimentacao na menopausa 1

Os 6 princípios básicos da alimentação na menopausa

A alimentação adequada na menopausa nada mais é do que uma alimentação saudável, balanceada e variada e válida para todas as idades, mas adaptada às mudanças características que nosso corpo sofre neste período da vida.

Durante esse período, é essencial evitar dietas drásticas e jejuns forçados, que exigem esforço e levam a resultados temporários. Muitas mulheres escolhem esse caminho ao ganhar um pouco de peso durante essa fase. Em vez disso, devemos comer de forma saudável e adequada.

Portanto, vamos começar seguindo essas dicas básicas para uma alimentação balanceada, capaz de ativar o metabolismo sem nos privar dos nutrientes de que precisamos.

1. Coma pelo menos 5 refeições por dia

A distribuição das refeições é dividida em pelo menos 5 momentos diferentes ao longo do dia. Especificamente, teremos 3 refeições principais (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches leves com baixo teor de gordura (meio da manhã e tarde).

A distribuição em 5 refeições diárias permite-lhe ingerir as porções certas e, em particular, integrar os nutrientes de que o nosso organismo necessita.

2. Aumente as frutas e vegetais e diminua a ingestão de gordura

A alimentação na menopausa, mais do que nos demais períodos, deve favorecer a introdução de pelo menos 4 ou 5 porções de frutas e verduras nas 5 refeições.

As frutas frescas e secas são ricas em vitaminas, minerais, antioxidantes e outros nutrientes úteis para manter nosso corpo ativo e protegê-lo do estresse oxidativo, mantendo a funcionalidade e a estrutura de nossas células.

Também é aconselhável evitar alimentos com alto teor de ácidos graxos saturados e colesterol como salsichas, frituras e queijos gordurosos o tanto quanto possível.

3. Escolha a qualidade e não a quantidade

Comer bem não significa comer muito, todos nós já entendemos isso!

A escolha do tipo e da qualidade dos alimentos é, portanto, essencial. Além de frutas e vegetais frescos e sazonais, é aconselhável incentivar a introdução de proteínas valiosas e menos calóricas. Em particular, prefira peixes, carnes brancas e laticínios com baixo teor de gordura.

Cuide também do tipo de cozimento para não perder os nutrientes contidos nos diversos alimentos.

Inclua também alimentos ricos em cálcio e magnésio em sua dieta para apoiar a estrutura e função óssea e prevenir a osteoporose.

Em particular, não só os laticínios, mas também frutas secas, repolho e leguminosas são fontes de alimentos ricas em cálcio e magnésio.

alimentacao na menopausa 2

4. Evite sal em excesso e beba pelo menos 2 litros de água por dia

O consumo excessivo de sal pode contribuir com o risco de doenças cardiovasculares. Além disso, o sal é um amigo da retenção de água, que tende a aumentar na menopausa. Portanto, evite consumir sal em grandes quantidades e dê preferência ao iodado.

A ingestão correta de água é vital e fundamental para nossa saúde como um todo. O ideal é consumir 2 litros de água por dia, aproximadamente. Você pode carregar uma garrafinha de água com você para não esquecer de beber o bastante, o que acha?

5. Mantenha-se ativa

Sabe-se agora que, juntamente com a dieta alimentar, a prática de atividade física diária, adaptada à pessoa e à idade, nos ajuda a lidar com os sintomas da menopausa, protege nossos ossos e contribui com nossa saúde como um todo.

Gostou de saber mais sobre a alimentação na menopausa? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!