Queda de cabelo: por que as mulheres sofrem com isso?

A queda de cabelo é um problema que assola muitas mulheres, não é mais apenas um problema masculino.

Embora a perda de cabelo nas mulheres seja frequentemente um fenômeno transitório, em alguns casos pode não ser e pode ser necessário consultar um especialista que possa identificar a causa exata do problema e sugerir possíveis tratamentos.

Antes de passar para o conselho de especialistas, no entanto, é necessário esclarecer quais são as causas, os remédios a serem adotados e quaisquer tratamentos do tipo “faça você mesmo” para a queda de cabelo.

Assim sendo, ao longo desse artigo, você poderá obter informações valiosas sobre a queda de cabelo. Acompanhe!

As causas da queda de cabelo: do estresse à mudança de estação

Os gatilhos da queda de cabelo são diferentes. Para algumas dessas causas existem remédios naturais eficazes, ou curas, como no caso do estresse, para outras, como a hereditariedade, só podem ser encontradas curas de manutenção.

No entanto, aqui estão as causas mais comuns da queda de cabelo:

Estresse

O fenômeno da alopecia por estresse pode ser mais ou menos grave, mas nas formas leves pode acontecer com muita frequência, portanto não há necessidade de se alarmar.

Em geral, o estresse impede o crescimento de novos cabelos, portanto, no momento fisiológico e normal da queda de cabelo antigo, o cabelo novo é menor.

Mudança de estação

Foi observado que durante as estações intermediárias, primavera e outono, mais cabelo é perdido.

Poluição ambiental

Poluição do lugar onde você mora pode causar queda de cabelo.

Tratamentos cosméticos agressivos

Algumas substâncias contidas em produtos capilares podem causar queda de cabelo, principalmente após tinturas capilares. Portanto, é importante escolher a cor de cabelo certa.

Fatores hereditários

A hereditariedade é um dos fatores a serem considerados, se a perda de cabelo começa depois de uma certa idade e não é apenas periódica, mas constante.

Desequilíbrios ou alterações hormonais

Desequilíbrios e alterações hormonais, como a queda do estrogênio nas mulheres, podem levar à queda de cabelo.

Esse declínio pode ocorrer em vários fenômenos: desequilíbrios hormonais devido a dietas, ou distúrbios alimentares, ou mudanças na vida, como a menopausa ou após uma gravidez.

Dietas radicais

Uma dieta rápida, mas muito rigorosa, pode criar desequilíbrios hormonais responsáveis ​​pela perda de cabelo incomum.

queda de cabelo 1

Transtornos alimentares

Anorexia e bulimia, entre as várias perturbações físicas que causam, também podem causar queda de cabelo precoce e significativa.

Ausência de vitamina A

A deficiência dessa vitamina, que garante a saúde e nutrição dos cabelos, pode ocasionar desfechos desagradáveis, como envelhecimento precoce dos cabelos e consequente queda.

Deficiência de zinco

O zinco é responsável pela formação da queratina, que constitui o cabelo e as unhas. A falta dele resultaria em mais sofrimento para a pele e o cabelo.

Ciclo normal de crescimento do cabelo

De todas as causas da perda de cabelo, esta é a mais normal e a menos preocupante.

O novo cabelo “sobressalente”, à medida que cresce, expulsa os antigos, que são eliminados com uma queda fisiológica. O processo de substituição dura de um a três meses e geralmente leva a uma perda entre 50 e 100 fios por dia.

Mudanças hormonais após a gravidez

A queda de estrogênio após a gravidez, combinada com possível estresse nos primeiros meses após o parto, pode levar a alguma queda de cabelo, mas não se preocupe, geralmente o mecanismo hormonal se ajusta

Menopausa

Novamente devido à mudança hormonal no sangue, a menopausa pode levar a mais queda de cabelo do que o normal

Queda de cabelo hereditária: alopecia androgenética

Quanto aos fatores hereditários que causam a queda de cabelo, a consequência mais comum é a alopecia androgenética feminina.

É o afinamento de cabelo de origem genética que atinge mais frequentemente mulheres que têm casos de membros do sexo feminino com queda de cabelo na família. Já para os homens, os andrógenos (hormônios masculinos) parecem ser os principais culpados para as mulheres.

Nas mulheres a quantidade desses hormônios é significativamente menor. Mas principalmente em decorrência da menopausa, do avanço da idade e de outros fatores, seu número tende a aumentar causando maior queda de cabelo.

Dessa forma, é o fator hereditário, na verdade, a principal causa da calvície feminina.

Perda de cabelo? Sintomas a serem observados

Ressalte-se que dentro de certos limites, a perda de cabelo nas mulheres, como nos homens, é totalmente fisiológica e natural, principalmente nos períodos de mudança de estação.

É uma substituição ligada ao ciclo do cabelo. Porém, quando a queda é persistente e significativa, vale a pena prestar atenção e avaliar os primeiros sinais de uma situação mais séria, principalmente na presença de alguns sintomas específicos: coceira na cabeça, dor no couro cabeludo, cabelos oleosos ou caspa.

Em casos menos graves, e para garantir uma certa saúde dos cabelos, pode-se recorrer a remédios caseiros, como os remédios naturais à base de nutrientes. Contudo, nos casos mais preocupantes é bom fazer exames médicos específicos.

queda de cabelo 2

Remédios naturais para queda de cabelo

Máscara de abacate

Como sabemos, o abacate é ótimo para o cabelo e pele, e suas ótimas propriedades nutritivas irão fortalecer o cabelo. Uma máscara de polpa de abacate colocada diretamente no cabelo meia hora antes de um shampoo será suficiente

Óleo essencial de alecrim

De fato, o óleo essencial de alecrim é excelente para estimular a circulação sanguínea no couro cabeludo, o que garante maior saúde aos cabelos, evitando a queda.

Vinagre de maçã

O vinagre de maça é um excelente hidratante, útil para polir o cabelo, mas também para a luta contra a caspa e a formação de excesso de sebo

Gostou de saber mais sobre a queda de cabelo? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Rolar para cima